1280px-Flag of Brazil.svg     Bandeira-dos-Estados-Unidos-2000px  

BlogA guerra de e-mails

A guerra de e-mails

      Dezenas ou até centenas de e-mails chegam todos os dias em nossas caixas de entrada.

      O e-mail corporativo tem sido uma das principais ferramentas de comunicação entre colaboradores, fornecedores e clientes. Outros tipos de comunicação, principalmente a verbal, tem ficado em segundo plano. O e-mail deveria ser a ferramenta de auxílio para aumentar a produtividade entre as pessoas.

Porém, a infinidade de e-mails que recebemos diariamente tem causado em algumas situações a diminuição dessa produtividade.

 

Uma pesquisa interna realizada pela empresa Atos revelou que 40% dos e-mails trocados internamente pela equipe da empresa não agregavam qualquer valor ao negócio e apenas 15% poderiam ser considerados úteis. 

A empresa americana Cohesive Knowledge  revelou em sua pesquisa que 25% do tempo gasto lendo correio eletrônico é perdido, além de permitir que alguns jogos políticos aconteçam.

Citamos dois:

Jogo do CCO:

Ao enviar um e-mail, o jogador manda uma cópia oculta para outra pessoa, de modo que o destinatário original não saiba que o jogador está procedendo assim. Os objetivos mais comuns para o envio da cópia oculta consistem em fazer com que outras pessoas saibam que você agiu, mostrar que você não tem receio de mostrar sua opinião pessoal a uma terceira

pessoa ou bloquear a possibilidade de que alguém depois venha a dizer que não foi informado.

 

Esconder-se nos Documentos Escritos:

Esse é o jogo da papelada, em que quaisquer problemas ou preocupações obtém como resposta documentos oficiais cheios de detalhes. O jogo está no recurso à papelada para justificar ações e defender decisões equivocadas.

“Quando existe algum assunto a ser discutido com alguém, a melhor opção é telefonar ou visitar pessoalmente a pessoa, em vez de empenhar em uma guerra de e-mails. Uma conversa franca torna-se mais difícil através de e-mail do que via telefone ou pessoalmente. O importante é usar o e-mail para transmissão de dados ou de informações.

O diálogo é o antídoto natural contra os jogos. 

Não desista de tornar mais honestas e francas suas comunicações com as pessoas. “

                                                                              Trecho tirado do livro, pagina 180

 

Fonte auxiliar:

BBC

Mdemulher

HBRBR

Compre online agora!

Submarino

Livraria Cultura

Elsevier

Saraiva

Jogos do Mês

Jogo L4 - Envolvimento de Faz de Conta

Para jogar o Envolvimento de Faz de Conta, o gerente realiza pesquisas de opinião, reúne grupos de discussão ou convoca reuniões de envolvimento para comunicar que "sua opinião conta", mas tudo isso tem como objetivo apenas fazer com que as pessoas se sintam participantes, em vez de fazê-las participar realmente. A verdadeira intenção é apenas evitar queixas e fazer com  que os gerentes possam mostrar para seus chefes que estão "fazendo a coisa certa" - engajando seu pessoal no processo de tomada de decisões. Esse mesmo jogo ocorre quando os líderes envolvem superficialmente os subordinados diretos, solicitando seus pontos de vista sobre a estratégia do departamento, mas confiando apenas na propria opinião pessoal. O cinismo acaba sendo a resposta final dos subordinados a esse tipo de jogo, e perde-se  o respeito pela liderança. E a coisa é talvez ainda pior quando o gerente necessita de que seu pessoal se mostre realmente comprometido e colaborativo em um grande projeto, e encontra dificuldade em assegurar seu envolvimento.

Elogios sobre Jogos Politicos

jacopoUma leitura fantástica não apenas para líderes e executivos seniores, mas também para os profissionais que querem crescer dentro de organizações complexas. Goldstein e Read dissecam a dinâmica interpessoal que afeta o desempenho da empresa, proporcionam uma estrutura conceitual para compreensão dos jogos praticados nas empresas, e oferecem ferramentas práticas para correção desses comportamentos e aumento da eficiência.

Jacopo Bracco vice-presidente executivo, DIRECTV Latin America

Leia mais...
Topo

Todos os direitos reservados © Jogos Politicos    -   Desenvolvido por Infoture