1280px-Flag of Brazil.svg     Bandeira-dos-Estados-Unidos-2000px  

Autores

Sobre os Autores

goldstein

Mauricio Goldstein é sócio da Corall e consultor, autor e palestrante internacional, tendo recebido vários prêmios no Brasil e na Europa pelo impacto de seu trabalho como executivo global e por seus estudos.

Especializado em modelos inovadores de organização, transformação organizacional e cultural e fusões e aquisições, Mauricio é mestre em Engenharia de Produção, com pós-graduações em Desenvolvimento Organizacional (Columbia University, EUA), Constelações organizacionais (Infosyon, Europa), Teoria U – Master Class (Presencing Institute, EUA), Brennan Healing Science (Barbara Brennan School of Healing, EUA), Biologia Cultural (Instituto Matríztico, Chile) e Biopsicologia (Instituto Visão Futuro, Brasil).

É co-autor do livro Games at Work: How to Recognize and Reduce Office Politics (Jossey-Bass, 2009) (no Brasil, Jogos Políticos nas Empresas, Campus, 2009), escolhido como um dos melhores de livros de RH na França em 2012, e de artigos como “Liderando mudança em rede, uma história real” (HBR Brasil, Maio 2013), e blogueiro da Harvard no Brasil. Fluente em Português, Inglês, Francês e Espanhol, vive com sua esposa e seus dois filhos em São Paulo.

 

 

readPhilip Read desempenhou vários papéis como executivo sênior em recursos humanos para diversas empresas da Fortune 100, durante os últimos 22 anos. Viveu e trabalhou no Reino Unido, Estados Unidos, China, Suíça, Alemanha e Espanha. Philip recebeu vários prêmios por seu trabalho, entre eles o de "Departamento de Recursos Humanos Mais Inovador", da PricewaterhouseCoopers e Linkage, Inc., como participante da equipe de liderança de Recursos Humanos da Dow Chemical.

Compre online agora!

Submarino

Livraria Cultura

Elsevier

Saraiva

Jogos do Mês

Jogo L4 - Envolvimento de Faz de Conta

Para jogar o Envolvimento de Faz de Conta, o gerente realiza pesquisas de opinião, reúne grupos de discussão ou convoca reuniões de envolvimento para comunicar que "sua opinião conta", mas tudo isso tem como objetivo apenas fazer com que as pessoas se sintam participantes, em vez de fazê-las participar realmente. A verdadeira intenção é apenas evitar queixas e fazer com  que os gerentes possam mostrar para seus chefes que estão "fazendo a coisa certa" - engajando seu pessoal no processo de tomada de decisões. Esse mesmo jogo ocorre quando os líderes envolvem superficialmente os subordinados diretos, solicitando seus pontos de vista sobre a estratégia do departamento, mas confiando apenas na propria opinião pessoal. O cinismo acaba sendo a resposta final dos subordinados a esse tipo de jogo, e perde-se  o respeito pela liderança. E a coisa é talvez ainda pior quando o gerente necessita de que seu pessoal se mostre realmente comprometido e colaborativo em um grande projeto, e encontra dificuldade em assegurar seu envolvimento.

Elogios sobre Jogos Politicos

jacopoUma leitura fantástica não apenas para líderes e executivos seniores, mas também para os profissionais que querem crescer dentro de organizações complexas. Goldstein e Read dissecam a dinâmica interpessoal que afeta o desempenho da empresa, proporcionam uma estrutura conceitual para compreensão dos jogos praticados nas empresas, e oferecem ferramentas práticas para correção desses comportamentos e aumento da eficiência.

Jacopo Bracco vice-presidente executivo, DIRECTV Latin America

Leia mais...
Topo

Todos os direitos reservados © Jogos Politicos    -   Desenvolvido por Infoture